Preços das casas disparam 10,4%

Prestação da casa vai continuar baixa até final de 2019

Preços das casas disparam 10,4% e nunca se venderam tantos imóveis…

 

 

Comprar casa é cada vez mais caro e… vendem-se cada vez mais imóveis. Os dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) são esclarecedores: no terceiro trimestre de 2017, o preço das casas aumentou 10,4% face ao período homólogo, tendo sido transacionados 38.783 alojamentos, o valor mais elevado de que há registo na série (iniciada em 2009) – e mais 23% que no mesmo período do ano passado.

Segundo o INE, esta subida homóloga de preços de 10,4%, a mais elevada desde 2009, “foi essencialmente determinada pelo comportamento do preço dos alojamentos existentes, que aumentaram 11,5% em termos homólogos”. “Os preços dos alojamentos novos também cresceram de forma significativa, aumentando 6,9% face ao terceiro trimestre do ano anterior”, conclui o INE.

De referir que em termos trimestrais, ou seja, entre o segundo e terceiro trimestres de 2017, comprar casa ficou 3,5% mais caro, com os preços dos alojamentos existentes a aumentarem 4,1% e os dos novos 1,7%.

 

Vendas disparam…

No que diz respeito ao número de imóveis transacionados, foram vendidos entre julho e setembro deste ano 38.783 alojamentos, um novo máximo da série disponível. Trata-se de um aumento de 23% em termos homólogos.

“Os alojamentos existentes representaram a maioria das vendas (84,7%) tendo atingido as 32.864 transações, o que representou um aumento de 24,8% em termos homólogos, a maior taxa de variação desde o segundo trimestre de 2016. Por outro lado, as vendas de alojamentos novos aumentaram 14% face ao mesmo período do ano transato, o que representa a taxa de variação mais elevada desde o primeiro trimestre de 2015”, lê-se no site do INE.

Em termos trimestrais, foram vendidas no terceiro trimestre mais 5,1% de casas que nos três meses anteriores.

 

Partilhar isto

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: Este conteúdo está protegido!